terça-feira, 9 de março de 2010

A linguagem e suas funções.

O emissor, ao transmitir uma mensagem, sempre tem um objetivo: informar algo, ou demonstrar seus sentimentos, ou convencer alguém a fazer algo, entre outros; conseqüentemente, a linguagem passa a ter uma função, que são as seguintes:


  • Função Referencial
  • Função Conativa
  • Função Emotiva
  • Função Metalingüística
  • Função Fática
  • Função Poética

  • Exemplos:

    Função Referencial

    Quando o objetivo do emissor é informar, ocorre a função referencial, também chamada de denotativa ou de informativa.


    "Sob as trevas da noite o pavor aumenta. Os raros focos de luz são dois faróis de carros, dos postes de quartéis com geradores e das fogueiras... assustadoras fogueiras alimentadas por escombros e corpos. Do Hospital-Geral de Porto Príncipe emergem urros de dor de pacientes. Com os primeiros raios de sol chega a notícia do resgate de uma criança com vida, e a esperança renasce"

    No texto acima publicado na capa da revista Veja, o emissor procurou fornecer ao receptor informações da realidade atual em que se encontra o Haiti, sem a opinião pessoal, de forma objetiva, direta, denotativa.

    OBS: A ênfase dada ao título "Do caos à esperança" foi usada de uma forma "emotiva".
    Logo, em um mesmo contexto, duas ou mais funções podem ocorrer simultaneamente.



    Função Conativa

    Ocorre a função conativa, ou apelativa, quando o emissor tenta convencer o receptor a praticar determinada ação. É comum o uso do verbo no Imperativo, pois existe a tentativa do emissor de convencer o receptor a praticar a ação de comprar determinado produto.




    "COMPRE UM CITRÖEN E GANHE UMA VIAGEM A PARIS!
    Neste mês de janeiro, a CITRÖEN comemora seus 90 anos com mais uma grande inovação: ao comprar um CITRÖEN 0km, você leva todos os benefícios de um veículo da marca e ganha uma viagem a Paris para comemorar conosco em grande estilo. Não é sorteio, comprou, viajou."

    As palavras "COMPRE" e "GANHE" foram empregadas com o intuito de "seduzir" o receptor, convencê-lo a praticar à ação de comprar o automóvel, lhe mostrando a vantagem que além de adquirir um ótimo produto, irá ganhar uma viagem.






    Fontes:

    5 comentários:

    1. Um cu! cade os outros exemplos???? ta me achando com cara de que??

      ResponderExcluir
    2. Valew, mas podia ter colocado os outros exemploss....

      ResponderExcluir
    3. Só isso cadê o resto. ?

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Pois é... como eles publicam uma coisa pela metade??!!!

        Excluir