quinta-feira, 25 de março de 2010

Acidente aéreo causa a morte de 150 crianças

Na noite passada, o maior avião cargueiro do mundo ( C-5 Galaxy )sofreu uma queda de pressão interna a 7 mil metros de altura nas proximidades de Saigon. O incidente provocou a morte de 150 crianças vietnamitas que seriam levadas para à adoção americana.
Por ser país subdesenvolvido , governo vietnamita não possui recursos suficientes para manter tantas crianças órfãs. A sorte desses jovens é que casais de países desenvolvidos e que não podem ter filhos procuram adotar crianças estrangeiras, e uma grande parte dessa procura recai sobre o Vietnã.
Ainda não se sabe ao certo se o motivo da queda foi causado por uma falha na engenharia ou na manutenção da aeronave. Porém, empresa fabricante Lockheed, afirma que desde 1968, quando foi criado o C-5 Galaxy, nunca houveram falhas desta proporção, sendo essa a primeira queixa registrada há mais de 40 anos.

   AVIÃO C-5 GALAXY EXPLODE
Uma descompressão explosiva maciça a 7 mil metros de altura provocou a queda, ontem, nas proximidades de Saigon, do avião C-5A Galaxy, o maior do mundo, que transportava 150 crianças vietnamitas órfãs para os EUA.
Os aviões C-5galaxy são aviões cargueiros produzido pela empresa estadunidense Lockheed Martin, e usado pela Força Aérea dos Estados Unidos (USAF). Em tamanho o Lockheed C-5 Galaxy só não excede o An-124 Ruslan e o An-225 Myria. O desenvolvimento do Galaxy começou no início da década de 1960 para atender ao requerimento CX-4.
A partir de 1960, com o aparecimento de reatores mais potentes, passou a ser possível criar um avião de transporte militar de tamanho gigante. O objectivo para a Lockheed era transportar no porão um peso de 115 toneladas durante 6000km, ou 65 toneladas durante 12000km, podendo utilizar uma pista 1200 metros. O primeiro C-5A levantou voo em 1968; seguiram-se 76 versões. Os Galaxy foram utilizados no Vietnam do Sul para entrega de material militar. Para esse fim, levantava a ponta dianteira e baixava-se o trem de aterragem,para diminuir a inclinação da rampa de acesso, que também se podia fazer pela retaguarda. Para repartir o peso em terra, o avião estava equipado com vinte e oito rodas. Mas no entanto os C-5 Galaxy estiveram no centro de polémicas económicas e políticas, tendo ultrapassado o orçamento inicial. Até ao aparecimento dos An-124, o C-5 foi a maior aeronave de carga do mundo.
Os aviões galaxy são super seguros e de uso da força aerea americana devemos lamentar muito a morte das 150 crianças vietnamitas mas devemos entender que essa explosão foi uma catastrofe.








quinta-feira, 11 de março de 2010

Função Metalinguística

É a utilização do código para falar dele mesmo: uma pessoa falando do ato de falar, outra escrevendo sobre o ato de escrever, palavras que explicam o significado de outra palavra.




Função de Linguagem
As funções de linguagem servem para emocionar,impressionar,manipular,ordenar e essas funções usadas na Comunicação são as seguintes:
•Função Referencial
•Função Apelativa
•Função Emotiva
•Função Emotiva
•Função Fática
•Função Poética
Função poética

A linguagem exerce função poética quando valoriza o texto na sua elaboração, ou seja, quando o autor faz uso de combinação de palavras, figuras de linguagem (metáfora, antítese, hipérbole, aliteração, etc.), exploração dos sentidos e sentimentos, expressão do chamado eu-lírico, dentre outros.
Assim, é mais comum em textos literários, especialmente nos poemas que enfatizam com mais frequência a subjetividade. No entanto, podemos encontrar este tipo de função nos anúncios publicitários e na prosa, bem como aliada aos demais tipos de função, como da emotiva.
É muito comum a utilização de palavras no seu sentido conotativo (figurado) ao invés do denotativo (do dicionário).
Veja exemplos da função poética em




Anúncio publicitário:

"Chegou o milagre azul para lavar!
Lave na espuma de Omo e tenha a roupa mais limpa do mundo!
Onde Omo cai, a sujeira sai!" (propaganda Omo, 1957)

Função Referencial

Quando o objetivo do emissor é informar, ocorre a função referencial, também chamada de denotativa ou de informativa. São exemplos de função denotativa a linguagem jornalística e a científica.

video

Função Referencial



Quando o objetivo do é informar, ocorre a função referencial, tambem chamada de denotativa ou de informativa.

O texto acima tem por objetivo informar o perigo de dirigir e beber.



quarta-feira, 10 de março de 2010

Função de Linguagem



As funções de linguagem servem para emocionar,impressionar,manipular,ordenar e essas funções usadas na Comunicação são as seguintes:



•Função Referencial
•Função Apelativa
•Função Emotiva
•Função Metalingüística
•Função Fática
•Função Poética


Exemplos:



Função Emotiva


Quando o emissor demonstra seus sentimentos ou emite suas opiniões ou sensações a respeito de algum assunto ou pessoa, acontece a função emotiva, também chamada de expressiva.

"amo muito tudo isso" em Inglês i'm love i't







Criador de um dos slogans mais famosos do mundo chama-se Larry Light, executivo que reinventou a rede, criando o cardápio menos calórico.
Uma das maiores propagandas e slogans mundias já criados é a do Mc Donald's "amo muito tudo isso " e ela claramente se enquadra na função de linguagem emotiva pois seo slogan chama o consumidor e o indus a amar o Mc Donald's.

Função Conativa (Apelativa)



A função Conativa nada mais é que o apelo Publicitário é o comercial te ordenar a fazer algo querendo o convencer de que o produto da propaganda é realmente bom.



COMPRE BATON COMPRE BATON COMPRE BATON !!!



Neste caso vemos um caso claro de função Conativa onde a propaganda ordena o consumidor a ter uma ação de comprar o produto que está sendo divulgado.

terça-feira, 9 de março de 2010

A linguagem e suas funções.

O emissor, ao transmitir uma mensagem, sempre tem um objetivo: informar algo, ou demonstrar seus sentimentos, ou convencer alguém a fazer algo, entre outros; conseqüentemente, a linguagem passa a ter uma função, que são as seguintes:


  • Função Referencial
  • Função Conativa
  • Função Emotiva
  • Função Metalingüística
  • Função Fática
  • Função Poética

  • Exemplos:

    Função Referencial

    Quando o objetivo do emissor é informar, ocorre a função referencial, também chamada de denotativa ou de informativa.


    "Sob as trevas da noite o pavor aumenta. Os raros focos de luz são dois faróis de carros, dos postes de quartéis com geradores e das fogueiras... assustadoras fogueiras alimentadas por escombros e corpos. Do Hospital-Geral de Porto Príncipe emergem urros de dor de pacientes. Com os primeiros raios de sol chega a notícia do resgate de uma criança com vida, e a esperança renasce"

    No texto acima publicado na capa da revista Veja, o emissor procurou fornecer ao receptor informações da realidade atual em que se encontra o Haiti, sem a opinião pessoal, de forma objetiva, direta, denotativa.

    OBS: A ênfase dada ao título "Do caos à esperança" foi usada de uma forma "emotiva".
    Logo, em um mesmo contexto, duas ou mais funções podem ocorrer simultaneamente.



    Função Conativa

    Ocorre a função conativa, ou apelativa, quando o emissor tenta convencer o receptor a praticar determinada ação. É comum o uso do verbo no Imperativo, pois existe a tentativa do emissor de convencer o receptor a praticar a ação de comprar determinado produto.




    "COMPRE UM CITRÖEN E GANHE UMA VIAGEM A PARIS!
    Neste mês de janeiro, a CITRÖEN comemora seus 90 anos com mais uma grande inovação: ao comprar um CITRÖEN 0km, você leva todos os benefícios de um veículo da marca e ganha uma viagem a Paris para comemorar conosco em grande estilo. Não é sorteio, comprou, viajou."

    As palavras "COMPRE" e "GANHE" foram empregadas com o intuito de "seduzir" o receptor, convencê-lo a praticar à ação de comprar o automóvel, lhe mostrando a vantagem que além de adquirir um ótimo produto, irá ganhar uma viagem.






    Fontes:

    quinta-feira, 4 de março de 2010

    Autores

    Jéssica Siqueira
    Guilherme Garcês Pereira
    Wesley Ferreira Porcelli
    Mayara Margonato

    Linguagem Midiática!

    Como todos aqui já devem ter percebido, existem várias maneiras da mídia nos influenciar a consumir seu produto, seja usando apenas imagens interessantes, textos inteligentes ou comerciais atrativos. Esses tipos de linguagem são classificados em :


    Não verbais

    Neste caso não se utiliza do vocábulo, das palavras para se comunicar. O objetivo, não é de expor verbalmente o que se quer dizer ou o que se está pensando, mas se utilizar de outros meios comunicativos, como: placas, figuras, gestos, objetos, cores, ou seja, dos signos visuais.

    Ex:

    Comercial



    Banner




    Verbais

    Na linguagem verbal são usados apenas textos, slogans, ou a própria fala como meio de comunicação.

    Ex:
    Anúncio



    Reportagem



    Plurissígnas

    Esse tipo de linguagem emprega conjuntamente signos verbais e não verbais.

    Ex:

    Matéria jornalística


    Programa de Tv




    Ainda que de forma resumida, espero que todos tenham entendido as linguagens da mídia de forma clara. E qualquer dúvida, é só perguntar! Não somos apenas rostinhos bonitos... hahah

    beijoss;**

    quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010


    Meu nome é Mayara Margonato, tenho 19anos, meu estado civil é desinteressada, assim como a Jéssica, posso dizer que grande parte dos meus amigos são gays, ate porque, eles são os mais sinceros.
    Fiquei dois anos se estuda, porque logo que eu sai do colegial, meus pais achavam que eu não tinha certeza do curso que eu queria (acho que é porque eu sou muito indecisa), então desistiram de me manda pra faculdade. Ano passado consegui convencê-los de que eu realmente queria faze publicidade, sendo assim, eu estou aqui.
    Escolhi esse curso por ser muito criativa, e comunicativa. Em casa sempre tive mania de criar propagandas, ou fica imitando propagandas alterando apenas alguns pontos, sempre tive mania de inventar musiquinhas, slogans e coisas que não existem.
    Apesar de ter tido poco tempo de aula, estou adorando a universidade e muito empolgada com o curso.



    Beijinhos ;**